PORTAL DO FLAMENGO
Bem vindo
Entrar / Criar Conta

Em dia de "Showmell", Mogi bate o Flamengo no adeus de Marcelinho e vai à final inédita

Obrigado! Mostre para seus amigos!

URL

Você detestou este video. Obrigado pela sua opinião!

Sorry, only registred users can create playlists.
URL


Adicionado em por Admin in BASQUETE
5 Visualizações

Descrição

Em dia de "Showmell", Mogi bate o Flamengo no adeus de Marcelinho e vai à final inédita:
.

Gracias por mirar, suscríbase para más videos:
https://www.youtube.com/channel/UCKCQzBOedoEwnNZk3IxbjVw?sub_confirmation=1
Melhores momentos: Mogi 89 x 72 Flamengo pelos playoffs do NBB A atmosfera era intimidadora ao Flamengo. O Hugão, ensurdecedor. Com cinco mil torcedores apoiando, o Mogi entrou em quadra com a segunda chance de fechar a série e avançar à inédita final do NBB. Na primeira, não deu. Mas na segunda, conseguiu. Exorcizando um fantasma, o Mogi deixou para trás o rival que por duas vezes o limitou até a semifinal, para delírio da torcida. Equilibrado e frio diante da responsabilidade, o time paulista contou com grande atuação do calibrado Shamell, que dominou o terceiro quarto e venceu por 89 a 72, fechando a série melhor de cinco jogos em 3 a 1. Agora, a equipe espera o vencedor de Paulistano x Bauru. As equipes fazem o jogo 5 nesta segunda-feira. Além de marcar a primeira classificação do Mogi a uma final do NBB, a partida foi também a despedida de Marcelinho Machado das quadras. Aos 43 anos, o ala do Flamengo, campeão de tudo pela equipe carioca (Estadual, Brasileiro, Continental e Mundial), se aposentou neste sábado. O ala já havia definido a aposentadoria desde o começo do ano. Em seu último jogo, anotou nove pontos. Durante a semana, em vídeo nas redes sociais, Shamell havia pedido o apoio da torcida. Ela respondeu, comprando todos os cinco mil ingressos em horas. Em quadra, cumpriu o que prometeu. Depois de um jogo 3 apagado, apareceu com tudo, sendo dominante quando seu time mais precisou. Foi um verdadeiro show de basquete de "Showmell". O camisa 24 terminou com 40 pontos e foi essencial na segunda etapa, quando o time da casa dominou o Flamengo amplamente e abriu a vantagem que lhe deu a vitória tranquila, com um último período apenas para administrar a larga vantagem e fazer festa com a torcida, que gritou "olé". O maior pontuador do Flamengo foi Varejão, com 25. Cestinha da jogo, Shamell comemora: "Aqui é a casa do Shamell" Equilíbrio em dois quartos; Mogi dominante depois Nervoso demais! Foi assim que começou o jogo 4 entre Flamengo e Mogi. Para o Rubro-Negro, a atmosfera era intimidadora. Era impossível ouvir qualquer coisa que não fosse o grito da torcida. Nos dois primeiros minutos, só Jimmy colocou uma bola na cesta. As defesas levavam a melhor diante dos ataques, mas mesmo assim o Flamengo conseguiu encaixar dois ataques seguidos com Marquinhos e Varejão para fazer 8 a 5. O pivô, inclusive, fez um grande quarto 1, com quatro rebotes em cinco minutos seis dos oito pontos dos cariocas. Sem diminuir o ritmo, o Mogi abriu frente quando Caio Torres pegou o rebote ofensivo e Jimmy foi para a enterrada, enlouquecendo o ginásio: 11 a 8. Na reta final do quarto, Varejão chegou aos dez pontos, mas Shamell meteu duas bolas de três e Mogi terminou na frente por 17 a 15. Mogi foi dominante no terceiro período e construiu vitória no quarto (Foto: Luiz Pires/LNB) O quarto 2 não começou diferente. Varejão seguia com a mão quente pelo Flamengo, com duas bolas seguidas. Cubillán também meteu bola de três, mas Larry deu o troco. Com três mi
#ShowmellMogi, #bate, #Flamengo, #adeus, #Marcelinho, #final, #inédita

Envie um Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar
RSS